Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

YogaProjection

Mantenha o Eu, o Yoga adapta-se. ∞ Keep the Self, Yoga adapts.

YogaProjection

Mantenha o Eu, o Yoga adapta-se. ∞ Keep the Self, Yoga adapts.

O que diz quem conhece?

"Recomecei esta prática no final do ano passado pelas mãos da professora Inês. Confesso que já estava com saudades e necessidade de sentir os seus benefícios. Não serei talvez a típica praticante, uma vez que, não aprofundo nem interiorizo muitos dos conceitos/filosofia de vida que lhe são muitas vezes associados. Não tenho um lado muito "zen"!! No entanto, sinto que o yoga me acalma, dando-me a possibilidade de trabalhar detalhadamente o corpo e a mente de forma "intensa" mas não stressante. No yoga há um enorme respeito pela condição física e mental de cada praticante. Cada movimento tem um significado e um propósito. Nas aulas da Inês em particular, há sempre um "tema" que nos é devidamente explicado, ajudando-nos a interiorizar o que fazemos. Sempre senti, desde o início (e tive a oportunidade de lhe o dizer) que as suas aulas são detalhadamente pensadas e preparadas. Motivos pelos quais, no final de cada uma, e já em tempo de relaxamento, com a voz doce e monocórdica da Inês que nos leva para além de nós próprios, fico sempre a pensar na frase de uma das músicas de Sérgio Godinho que diz 'hoje soube-me a pouco'."

Maria José Assis

 

"Após uma curta experiência em 2014, resolvi voltar ao Yoga. Escolhi o local pela proximidade e porque uma amiga já estava a frequentar e tinha gostado da professora. E foi assim que o meu caminho se cruzou com o da Inês. Chegada à primeira aula confesso que fiquei na dúvida de como tudo iria correr, tive consciência que estava a ser colocado um enorme desafio à Inês, éramos um grupo muito diversificado, no que concerne a idades e mobilidades, mas como também eu estava a iniciar achei que todas devíamos ter oportunidade de nos (re)conhecermos. E fui ficando. Foi uma experiência que foi muito além do Yoga como aula física, talvez tenha sido uma experiência que abraçou o Yoga na sua totalidade, como filosofia de vida. A Inês teve a sabedoria de “segurar” as suas alunas, incutindo-nos o respeito pela diferente condição física de cada uma. Relembrando-nos que, por vezes, temos de esperar uns pelos outros e que por vezes temos de ver os outros irem um pouco mais além que nós e aceitar cada um destes estados. Grata Inês e a todas as “nossas meninas” por tanto. Definitivamente não somos chocolate para todos, mas podemos sê-lo para alguns."

Mafalda Cardoso

 

"Voltei ao yoga, depois de muitos encontros e desencontros em diferentes momentos da minha vida. Senti que precisava de me espreguiçar, de me estirar, de respirar com calma e conter a ansiedade. Fui experimentando em lugares e com pessoas diferentes e fui encontrando aquilo que procurava. As aulas da Inês são um momento de esforço e de calma, de concentração e de leveza, conduzidas por uma voz com uma doçura encantatória. Experimentem."

Micaela Freitas

 

"Olá sou a Antónia!...

Tenho 64 anos e pela primeira vez na minha vida estou a praticar exercício físico - o Yoga. Comecei as aulas em Setembro, e foi nestas aulas que conheci a Professora Inês, uma menina muito competente, amiga de ajudar em alguns exercícios que eu não consigo fazer a 100%. Estou contente. Sinto-me bem integrada tanto com a professora como no grupo que também faz Yoga na mesma aula que eu. Gosto muito da Inês , desejo-lhe muita saúde, paz e amor, e que seja muito feliz ao longo de toda a sua vida. Muitas felicidades e um beijinho da Antónia. Gosto muito de si." (E eu de si!)

Maria Antónia Caetano 

 

"O início da minha experiência no Yoga terá sido com a Prof. Inês há cerca de 4 meses. E quando iniciamos uma qualquer modalidade, procuramos sentir uma qualquer empatia com o Professor, que passará a ser a nossa referência. Isso terá acontecido com a Inês, que apesar da sua "tenra" idade, tem o dom de conseguir transmitir a calma e serenidade, que necessito ao final de um dia de trabalho. 
A voz suave que nos conduz a cada aula, a correcção que faz individualmente quando algo está menos bem, as alternativas que propõe quando ainda não temos capacidade para realizar determinado exercício, o relaxamento de cada fim de aula (quanto a mim, a melhor parte :-) )...são razões para que eu aconselhe vivamente qualquer um (não importa a idade ou condição física), a participar na experiência.
Um Obrigado Especial...Inês...por ter surgido na minha vida!"

Fátima Salgueiro

 

"A Prof. Inês tem sido uma belíssima experiência na prática de Ioga. Toda a sua natureza doce entra na sala com ela e permanece até ao final. A naturalidade com que expõe os seus sentimentos bons, e os menos bons, que nos ensina a deixar no tapete, faz-nos encarar a realidade das nossas proprias experiências e sentimentos de maneira mais positiva e benéfica para a mente e para o corpo. Na aula partilha conhecimentos teóricos e na execução dos movimentos, é atenta aos alunos e a correção da postura é feita com cuidado e conhecimento dos nossos limites. Recomendo as suas aulas tanto para iniciados como para praticantes mais avançados :)"

Alexandra Cardoso de Meneses

 

"Ao longo dos últimos dez anos em que pratico com regularidade, a minha imersão no yoga e seus princípios tem sido gradual. Tenho tido vários professores que me ajudam nesta caminhada. A experiência com a Inês, que começou no ano passado, tem sido assinalável. As aulas com ela são fluidas, desde a breve introdução que costuma fazer, afim de percebermos o rumo que a pratica vai tomar, até à voz suave com que nos orienta. Apoiante, passeando entre os alunos, corrigindo aqui, propondo ali uma alternativa de acordo com as possibilidades, a prática com a Inês é uma experiência confortante, exigente e pacificadora."

Ana Paula Correia

 

“Recomecei esta aventura no yoga há cerca de oito meses (já tinha praticado há uns anos atrás), as memórias eram já muito distantes e encontrei na Inês a ajuda ideal para voltar a encontrar-me com esta disciplina. As aulas são intensas, sem serem demasiado “puxadas”, acho que estão exatamente no ponto em relação ao esforço despendido. Cada aula, embora se repitam alguns exercícios, é sempre uma novidade. A Inês dá-nos essa versatilidade. Quando as aulas acabam sentimos leveza de corpo e de espirito, que faz com que sintamos vontade de fazer outra logo de seguida. Aconselho vivamente.”

Pedro Cunha

 

 

mujer-con-nube-en-la-cabeza.jpg

 (em atualização)

Onde está?

Onde_esta_sem_titulov4.png

 

 

 

 

Sete Sentidos - Rua Salvador Barata Feyo, nº 3, 1º dto - Santo Amaro de Oeiras

(a 500m da Biblioteca Municipal de Oeiras)

FelizMente – Avenida Azedo Gneco, nº 17 R/C frente - Massamá

(a 400m Shopping Center Massamá)

Clínica Fisiofalantes - Rua Cidade de Bolama, nº 16, Loja 16 C e D - Olivais

(a 200m do Spacio Shopping dos Olivais)

Ser Mais Feliz - Rua Padre Alberto Neto Simões Dias nº 4 Loja C - Queluz

(perto da PSP e Bombeiros Voluntários de Queluz)

PremaYoga - Rua de Belém, 22A - Oeiras

(a 800m do Parque dos Poetas)

The Bear Cave Box – Rua Júlio Borba nº 25 - Odivelas

(a 100m do Pingo Doce da Póvoa de Santo Adrião)

 

 

 

 

O que é? (a 7 de Janeiro de 2017)

YogaProjection significa literalmente, Projecção do Yoga. 

Projecção é, literalmente, o acto de imprimir movimento a um corpo e, aqui, figuradamente, é também o acto e a liberdade de nos podermos projectar exactamente como somos. 

Yoga é a palavra sânscrita para União. 

O YogaProjection foi a forma encontrada para unir todos os locais onde actualmente dou aulas. 

O YogaProjection foi a forma encontrada de comunicar com quem tenha interesse em practicar Yoga. 

O YogaProjection foi a forma encontrada de expor como o Yoga me toca a mim, particularmente. 

O Yoga, que significa União, une (ponto).

Une religiões, une etnias, une políticas, une culturas, une povos, une tudo o que quiser ser unido (ponto).

Une todos os pares opostos, mas complementares, que conhecemos.

Masculino & Feminino

Luz & Sombra

Alegria & Tristeza

Racional & Emocional

(…)

Tudo é aceite como absolutamente necessário ao equilíbrio!

 

Para mim, Yoga é flexibilidade. Flexibilidade nos músculos, mas também na forma como argumentamos uma questão, como nos castigamos quando erramos ou como julgamos alguém que supomos estar errado. Flexibilidade.

Para mim, Yoga é resistência. Resistência cardiorrespiratória, mas também resistência quando perdemos, quando ouvimos um ‘não’, quando nos sentimos desamparados.

Para mim, Yoga é força. Força muscular, mas também força no carácter, força na persecução de objetivos, força na voz por causas justas, força na defesa dos nossos princípios.

Para mim, Yoga é equilíbrio. Equilíbrio sobre os braços e sobre as pernas, mas também equilíbrio nas decisões que tomamos, nos pedidos que fazemos, nas ordens que acatamos.

Para mim, Yoga é relaxamento. Relaxamento da tensão física, mas também da tensão mental e emocional que estejamos dispostos a libertar.

O Yoga extravasa os limites do tapete.

 

Não precisamos ser atletas para praticar Yoga, embora o possamos ser.

Não precisamos ser jovens para praticar Yoga, embora o possamos ser.

Não precisamos ser esotéricos para praticar Yoga, embora o possamos ser.

Não há pró-formas, o Yoga adapta-se.

 

A mim, o Yoga une todas as minhas personas.

Posso ser quem quiser em cada momento, mantendo-me unida à essência.

 

Inês

Post1.jpg

(Fotos por foto.alma)

 

É na liberdade individual de cada um, que se estabelece o respeito coletivo.